o pós-guerra

Em 1945, é admitido na Metalúrgica Gazola Travi um novo cotista: o diretor de obras públicas da prefeitura José Ariodante Mattana, o que ajuda a elevar o capital da empresa. Por volta dessa época, é cessada a fabricação de material bélico em larga escala e iniciada a de artigos domésticos.

 

Em 1946, recomeça a fabricação de utensílios de cutelaria, em especial a de talheres. Isso permite à empresa entrar novamente no mercado e buscar nos Estados Unidos novas máquinas e equipamentos para enriquecer o parque industrial.

 

Também é dessa fase o projeto de fabricação de projéteis perfurantes antitanques. Já em 1949, após estudos realizados em terras norte-americanas, as indústrias Gazola fecham seu primeiro contrato para fornecimento de modelos 37mm para as forças brasileiras.

Garfo e colheres para mesa e chá integrantes da linha Elmo, feitos de aço estanhado em alto-brilho e produzidos pela Gazola. Data: 1948: Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Garfo e faca para mesa, niquelados e com fina guarnição de madeira, integrantes da linha Elmo. Data: 1948. Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Modelos de tesouras, garfos e colheres para mesa, integrantes da linha Elmo. Data: década de 1950. Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Estojo de presente com conjunto formado por pazinha e garfos para torta, integrante da linha Elmo. Data: década de 1950. Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Estojo de presente com porta-guardanapos individual, integrante da linha Elmo. Data: década de 1950. Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Tesoura para trinchar aves, integrante da linha de produtos Elmo. Data: década de 1950: Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Faqueiro da linha Elmo Aço Inoxidável – Delicatesse, disposto dentro de estojo feito em madeira de lei. Data: década de 1950: Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Conjunto para mesa da linha Elmo Inox – Funcional, composto de faca, garfo e colher. Data: década de 1950: Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Conjunto para tortas, composto de pazinha e garfos, integrante da linha Elmo Inox – Funcional. Data: década de 1950: Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Faqueiro da linha Elmo Inox – Funcional, em estojo de madeira de lei. Data: década de 1950: Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Estojo de presente com pá para tortas e bolos, integrante da linha Elmo Prata 90. Data: década de 1950: Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Estojo de presente com conjunto de colheres para sobremesa, integrante da linha Elmo Prata 90. Data: década de 1950: Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Conjunto para mesa de alto luxo, integrante da linha Elmo Aço Inox – Níquel 700. Composto de colher e porta-guardanapo individual, em alpaca polida e 18% de níquel. Data: década de 1950: Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Conjunto de alto luxo para tortas ou bolos, integrante da linha Elmo Aço Inox – Níquel 700. Composto de pá e garfos em alpaca polida e 18% de níquel. Data: década de 1950: Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Caixa para faqueiros de alto luxo da linha Elmo Inox, em madeira de lei lustrada, em forma de gaveta. A empresa contava com uma seção de marcenaria, que, além de produzir os acabamentos dos talheres em madeira, confeccionava os estojos para acondicionamento de conjuntos de talheres ou faqueiros completos. Data: década de 1950: Foto: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Visita de oficiais norte-americanos à fábrica de produtos bélicos. Ao fundo, à direita, Coronel Daniel Balbão (fiscal militar da Gazola) e José Ariodante Mattana (subdiretor). À esquerda, General Délcio da Fonseca. Data: 01/07/1949. Autoria: Studio Geremia. Imagem gentilmente cedida pelo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami

Visita de militares da Escola Superior de Guerra do Rio de Janeiro à linha de produção da fábrica de materiais bélicos. Ao centro, o diretor Otarino Travi. Data: 26/10/1951. Autoria não identificada. Foto gentilmente cedida pelo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami.

Visita de militares da Escola Superior de Guerra do RJ à fábrica de materiais bélicos. A partir da esquerda, General Osvaldo Cordeiro de Farias, Coronel Daniel Balbão e Brigadeiro Eduardo Gomes.Vê-se o Brigadeiro manuseando um morteiro. Data: 26/10/1951. Autoria não identificada. Foto gentilmente cedida pelo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami

Visita da comitiva de oficiais militares à linha de produção de materiais bélicos. Vê-se o Coronel Daniel Balbão (C), fiscal militar da empresa, fazendo explanação sobre aparelho de alta precisão, integrante do Laboratório de Testes e Controle de Medidas. Ao lado direito do Coronel Balbão, José Gazola, e à esquerda, Sylvio Gazola. Data: 24/04/1954. Autoria: Óptica Caxiense Ltda. Foto gentilmente cedida pelo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami

Visita da comitiva de oficiais militares da Escola Superior de Guerra à seção de embalagem da fábrica de materiais bélicos. Coronel Daniel Balbão, fiscal militar da empresa, faz a demonstração de produtos. À esquerda, o diretor Otarino Travi. Data: entre 1951 e 1954. Autoria: Studio Geremia. Foto gentilmente cedida pelo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami

Visita da comitiva de oficiais militares à seção de embalagem. Vê-se artefatos para armamentos e talheres produzidos pela empresa. Ao fundo, o diretor Otarino Travi (de terno claro) e, em primeiro plano, o diretor Sylvio Gazola. Data: década de 1950. Autoria: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Foto1

Funcionários trabalhando na Seção de Polimento de Talheres. Data: entre 1954 e 1957. Autoria: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Foto2

Funcionário operando uma máquina retificadora na oficina de ferramentas. Data: entre 1954 e 1957. Autoria: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Foto3

Funcionários trabalhando na seção de galvanização. Data: entre 1954 e 1957. Autoria: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Foto4

Funcionários trabalhando na seção de empacotamento. Data: entre 1954 e 1957. Autoria: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Foto5

Funcionários trabalhando na seção de embalagem e expedição. Data: entre 1954 e 1957. Autoria: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Foto6

Seção de usinagem da Indústria Metalúrgica Gazola Ltda. Data: entre 1954 e 1957. Autoria: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

Foto7

Seção de Usinagem da Indústria Metalúrgica Gazola Ltda. Data: entre 1954 e 1957. Autoria: Studio Geremia, acervo Memorial Gazola

© 2017 por Memorial Gazola

Senso Comunicação Integrada

Rod. BR 116, 1018 - Petrópolis
Caxias do Sul - RS 

(54) 3041-1511

  • Videos
  • Facebook